Sites Grátis no Comunidades.net Criar um Site Grátis Fantástico

G.R.E.S. UNIÃO DE VAZ LOBO





Total de visitas: 16964
CARNAVAL 2009

Confira a sinopse do enredo da União de Vaz Lobo


UNIÃO DE VAZ LOBO

Por Fábio Silva

A União de Vaz Lobo entrega nesta quinta-feira, a partir das 19h, a sinopse do seu enredo do Carnaval 2009 "Ao cair da noite, a Vaz Lobo traz trabalho", de autoria do Eduardo Pinho, que será desenvolvido pelo carnavalesco Carlos Callado.

Logo após a distribuição da sinopse e a explanação do carnavalesco, a diretoria da escola oferecerá um churrasco de confraternização.

A quadra da União de Vaz Lobo fica na Avenida Ministro Romero, 756, Vaz Lobo

Confira o texto:

Ao Cair da Noite, a Vaz Lobo traz trabalho.


Justificativa:

A noite é mística e revela toda sua força ao cair do luar, a sua pontêcialidade tornasse ainda maior, para todos os seres que habitam os nossos pensamentos e assumem o seu papel. Mas há também os que labutam noite a fora! Como seres noctívagos por seu sustendo quer seja da forma tradicional ou de forma original. Daí a diversidade dessa magia única e esplendorosa que a noite traz, os trabalhos vão começar! E a Vaz lobo vai brilhar na passarela da folia.

Sinopse

Abertura:

Surge a Noite

Noite uma palavra forte e que advem de muito tempo atráz mais precisamente desde a criação do universo tendo como ser maior a Deusa Nix a deusa da noite que é irmã do Caos e foi uma das primeiras criaturas a sair do vazio.

Ela é adorada e respeitada por todos os demais deuses incluindo Zeus, como uma das maiores deidade existente. Diz à lenta que Nix aparecia envolta a um manto negro sobre um carro, sendo puxado por quatro cavalos negros e é a mãe das demais deusas e deuses existentes no universo.

Partimos dessa deusa mitológica para contar esse enredo que transcorre todo o quarto noturno, para descrever a Vaz lobo que traz trabalho para avenida em duplo sentido da palavra. Os trabalhadores da noite são os seres noctívagos alvos do holofote da agremiação azul e rosa do bairro de Vaz Lobo. Faremos uma viagem por algumas das profissões que são executadas pelos árduos profissionais, pessoas que de um modo ou de outro se ocupam enquanto a maioria da cidade dorme o sono dos justos.

1º Setor: A Toda Hora e Momento

Lá vêm eles os motoristas quer sejam de ônibus, quer sejam dos táxis espalhados pela cidade, exercendo suas atividades sempre nos levando de um lado para o outro a toda hora e momento. Graças aos mecânicos de plantão que mantêm a manutenção dos nossos transportes, nos ajudando a cumprir nossa carga noturna de trabalho. E o que seria de nos se não tivéssemos os médicos de plantão para nos prestarem auxilio nas horas mais inoportunas de nos sentirmos enfermos, das atenciosas enfermeiras, que não visam dificuldades em nos atender prontamente nos hospitais.

2º Setor: Noite á Fora

A noite traz os seus perigos e mistérios e dos becos escuros podem surgir qualquer esperto, é nessas horas que surgem eles os guardas da noite os seguranças para nos aliviar do temor da escuridão e nos confortar com sensação de proteção e segurança. É também sobre esse clima de segurança e estabilidade que vemos nas madrugadas os nossos amigos garis limpando as calçadas e becos deixando, a cidade pronta para os amigos das hapear haures e dos sons nas baladas dos nossos Djs fantásticos e criativos, que nos levam ao extremo delírio da liberdade de expressão corporal. Com isso os transeuntes da noite como os profissionais do sexo pessoas que se se utilizam dos dotes que a vida lhes deu de melhor, suas sensualidades, com seus corpos esculturais, homens, mulheres, travestis e transexuais todos em busca do seu troco para tocar a vida e nessa troca quem também ganha o seu trocado honestamente são as camareiras dos hotéis da cidade que lotam de clientes carentes que são envolvidos na teia da ilusão.

3º Setor: O bom Serviçoda Noite.

Nos bares o encontro com o velho e bom amigo garçom, o companheiro de sempre das horas triste e que por muitas vezes chegam até a solicitar os serviços das nossas amigas telefonistas da noite, que são os anjos das pessoas carentes.

Já na altura da madrugada lá vêm eles produzir aquele bom aroma nas fornalhas das panificações da cidade os nossos padeiros de cada noite que nos trazem o alimento primário para nos fortalecer, enquanto pegamos o jornal com as notícias em primeira mão produzidas pelos jornalistas e que nos chega a mãos graças aos nossos amigos jornaleiros, que trabalham arduamente.

Dessa forma a União de Vaz Lobo mostrou alguns dos profissionais dentre os diversos que labutam durante a noite.

Já está chegando o dia e a noite foi longa, ao nascer do sol vimos quantas pessoas trabalham a noite, nos pedimos desculpas se esquecemos de algum profissional deste quarto de hora, mas saiba que foi homenageado por nós em nossos corações, e por fim, vamos deixar estes guerreiros dormirem, pois à noite tudo vai recomeçar, e nós pobres mortais vamos à luta, pois chorar pelo leite derramado não vai nos deixar mais forte ou fraco, temos que trabalhar, mesmo que seja na adversidade, pois o dia já nasceu e como uma fênix o Vaz Lobo está aí de novo para trabalhar, e dar trabalho.

Autor do enredo: Eduardo Pinho.
Carnavalesco: Carlos Callado.
Pesquisa e texto: Carlos Callado





Criar um Site Grátis   |